Tricô!!

 

2nd Floor - Lucas Nascimento

Eu AMO tricô. Se o dia tivesse 50 horas, passaria pelo menos 30 delas sentada, tricotando. Numa semana dessas, passei tantos dias fazendo tricô que meus dedos ficaram doloridos e com calos. Fui obrigada a dar um tempo mas aquelas agulhas me chamavam insistentemente…

Tem um ponto bem grandão feito com uma agulha que mais parece um cabo de vassoura que é a cara nova da malha tricotada. É linda e, vantagem das vantagens, facílima de fazer. Iniciantes na arte, como eu, sempre procuram peças de grande impacto e pouca complicação, para não desanimar logo de cara.

Uma sugestão que funcionou muito comigo: pegue uma lã ou linha bem grossa, agulhas largas e trabalhe em cordões de tricô (se você já tem alguma noção sabe do que estou falando). Trabalhe peças retas, como cachecóis, estolas e ponchos, assim você não vai precisar quebrar a cabeça contando pontos e fazendo diminuições e aumentos. Eu sou uma negação para números e evito-os ao máximo.

Essas peças grandes, de pontos gigantescos, dão um efeito bárbaro em qualquer produção basiquinha: uma cacharel, uma calça justa, uma sapatilha e, elemento surpresa, uma estola de tricô feita por você! Ainda dá tempo de tricotar uma para o inverno deste ano…

Leia a matéria sobre o Lucas Nascimento, tricoteiro fashion, publicada na Folha de São Paulo no dia 8 de abril de 2008:

 

Um tricoteiro de mão cheia – Com suas maxilãs, Lucas Nascimento fascina os fashionistas brasileiros e estrangeiros

por Camila Yahn, em Londres

 

É normal que os profissionais da moda sejam reconhecidos por seu talento como estilistas, por sua beleza ou até mesmo por suas amizades com celebridades e pessoas influentes. No caso de Lucas Nascimento, o que o colocou no centro das atenções foram seus megatricôs e cachecóis vistos nos desfiles das grifes 2nd Floor e Amapô, na São Paulo Fashion Week, em janeiro. Isso mesmo. Lucas é tricoteiro. Aos 28 anos e radicado na Inglaterra, ele aposta alto na profissão, pouco reconhecida e muito menos badalada.

Em Londres, onde vive desde 2001, Lucas cursa o último período da faculdade Fashion Design for Knitwear (design em tricô), no London College of Fashion, uma das escolas de moda mais prestigiosas da Inglaterra. Quando terminar, ele planeja fazer o mestrado, a convite da diretora do colégio.

Paralelamente, ele é assistente do mestre do tricô Sid Bryan, que cria e produz peças para grifes como Alexander McQueen e Prada. Com Sid, Lucas participou da criação de roupas para Giles Deacon, Jonathan Saunders, Armand Basi e Jasper Conran, todos nomes quentes da moda britânica.

Na última edição da London Fashion Week Lucas assinou seus primeiros trabalhos solo. Fez os tricôs da marca Theatre de la Mode e a jaqueta de fitas de videocassete para o desfile da dupla Basso & Brooke. A jaqueta demorou uma semana para ficar pronta. “E isso porque trabalhei 14 horas por dia”, ele conta, em seu estúdio no descolado bairro de Shoreditch.

Para fazer os megatricôs grossos vistos nos desfiles da 2nd Floor e da Amapô, Lucas usa agulhas gigantes de até 25 mm de diâmetro. A lã muito grossa, como a usada para a Ellus, chama-se Merino Wool e pode custar até R$ 500 o rolo. Portanto, suas peças são sempre muito caras. “No verão é mais fácil de vender, pois uso materiais mais leves, e as peças levam menos tecido, o que diminui o custo”, diz.

O gosto de Lucas pelo tricô é quase hereditário. Desde criança, quando ainda morava em Bonito (MS), ele observava sua mãe “tricotar sem parar”. Aos 11 anos, já era um minitricoteiro.

Adolescente, sabia muito bem o que queria fazer da vida e, aos 20 anos, mudou-se para Londres, a fim de aperfeiçoar seu trabalho. Passou os três primeiros anos como assistente do designer Ziad Ghanem e, de lá, foi trabalhar em um dos brechós mais disputados da cidade, o Beyond Retro.

Nessa época começou a estudar e largou o emprego. Durante o dia frequentava o colégio e, à noite, trabalhava atrás do balcão do George & Dragon, um pub pequenino e original, frequentado por stylists, artistas, modelos e estilistas famosos. Esse contato com tanta gente interessante, e a sua cabeleira negra, colocou Lucas no mapa fashion da cidade. Ele já foi um dos escolhidos para participar de um editorial da revista “Pop” que apontava as personalidades mais bacanas da moda. Apareceu na revista ao lado de Kate Moss e Raquel Zimmermann.

Aos poucos, começou a conquistar seus próprios clientes. “Estou numa posição privilegiada, em que posso desenvolver vários projetos para marcas diferentes. É fascinante como cada designer tem um processo criativo diferente do outro. Estou aprendendo muito.”

Voltar a morar no Brasil, por enquanto, não faz parte de seus planos. “Estou completamente adaptado em Londres e muito feliz por poder trabalhar para marcas brasileiras mesmo vivendo fora do país”, afirma.

Anúncios

25 thoughts on “Tricô!!”

  1. Posso contar um segredo? Tricotar com lã grossa é bom e rápido, mas bom mesmo é trabalhar com as mais finas (quanto mais tempo tricoto, mais magrinhas as minhas agulhas :D)

  2. Trabalhos com lãs fininhas ficam lindos mesmo, Solange. Sou uma pessoa ansiosa demais e depois de 10 carreiras parece que o trabalho não anda com uma agulha número 2!!! No momento, estou fazendo uma bolsa com fios de malha e um casaco com agulha 4 e lã fininha… Vamos ver… Aliás, lembro do seu post sobre tricotar meias de nylon… tricotar malha é algo parecido! Eu acho uma delícia!

  3. Olá Sueli, tudo bem?
    Então, sapatilha para usar em casa, tipo uma pantufinha? Se for assim, vc pode pegar um modelo de meia e fazer com uma lã bem quentinha. Depois, vc pode pegar uma sola de borracha e costurar por baixo. Fica bom.
    Agora, aquelas coisas lindas de tricô ou crochê tipo sapatilha mesmo é outra coisa. O trabalho é aplicado por cima de uma base. Se você conhecer um sapateiro bem caprichoso ele talvez consiga fazer um serviço assim para vc. É só tricotar com uma linha bem resistente e pedir para ele “forrar”.
    Se não for isso, me escreve de novo!

  4. OI Renata por acaso você teria a receita do ponto folha, se possivel vc poderia me mandar

    te agradeço antecipadamente

    beijos

  5. Andreia, minha amiga, desculpe a demora! Ponto folha é o mesmo que você chama pena de pavão? Se for é assim:

    1a. carr.: 2 pt. juntos em t. (3 vezes), 1 laç., 1 m., 1 laç., 1 m., 1 laç., 1 m., 1 laç., 1 m., 1 laç., 1 m., 1 laç., 2 pt. juntos em t. (3 vezes).
    2a. carr.: em t.
    3a. carr.: em m.
    4a carr.: em t.
    5a carr.: voltar à 1a carr.

    Este ponto é geralmente tecido num número de pontos múltiplo de três, por isso faça as contas (e uma amostra) antes de começar pro desenho ficar bem bonito.

    Escreva para contar se deu certo!
    Volte sempre!
    Beijinhos…

  6. Oi, Jakeline! Obrigada pela visita! Muito legal o link que você mandou! O jeito que eles montaram a faixa é um pouquinho complicado, mas dá pra fazer de um jeito mais fácil. Comece com uns 4 pontos, sempre em barra 2/2 (2 m., 2 t.), e vá aumentando 2 pontos de cada lado, em cada carreira, até atingir o tamanho desejado para dar a volta na sua cabeça. Quando atingir o tamanho, vá diminuindo, como vc aumentou, até ficar com 4 pontos. Arremate. Para o botão, pode fazer assim: pregue o botão de um lado e faça uma corretinha de crochê do outro, fazendo uma alça para o botão. Você também pode fazer a faixa um pouco mais comprida e amarrar. Outra opção seria fazer uma tirinha em ponto tricô (uns 4 pontos, tricotados por uns 10 cm) e costurar essa tira de cada lado da faixa para amarrar.
    Será que deu para entender? Vou fazer essa faixa pra experimentar minha própria “receita”, que acabei de inventar!
    Escreva pra contar se deu certo! E se vc entendeu!
    Beijinhos!

  7. Olá
    Gostaria de que vc me enviasse a receita de uma blusa em tricô, super facil e feita com agulha grossa.
    Abraços
    Miriam

    1. Olá, Miriam!
      Obrigada pela visita e pelo comentário!
      Vai na busca no menu lateral e digita tricô. Vai aparecer um monte de receitas fáceis! E com agulhas grossas tb!
      Beijinhos!

  8. Olá

    Quanta coisa linda!

    Estou começando a tricotar e amando a arte.

    Estou procurando receita de sapatilha (tipo bonequinha) de tricot. Até encontrei uns modelos legais no blog da vovó baisa mas não tem a receita. Pedi e não obtive resposta.

    Será que você tem alguma receita para passar? Ou saberia destrinchar a receita daquelas (de florzinha) que estão lá?

    Desde já agradecida.

    Tudo de bom.

    Giselle

    1. Jacyra, infelizmente não tenho essa receita. Procure no Google pra ver se vc acha!
      Boa sorte!
      Beijinhos e volte sempre!

  9. Boa tarde,
    Estou a procura da receita da blusa de tricot usada pela apresentadora Xuxa no dia de inauguração do seu pregrama o ano passado.Até agora minhas buscas fracassaram gostaria de sua ajuda.Há também tem uma foto dela publicada na revista veja .POrfavor se possível me envie a receita é uma blusa verde ombro a ombro e o que mais me encantou foram os detalhes na manga e na perte inferior.Desde já agradeço a atenção Muito Obrigada

  10. Oi tudo bem, Daria para voce me enviar uma receita de blusa de trico para minha filha de 9 anos , que seje fácil de fazer desde ja lhe agradeço adorei seu blog obrigada fá…..

  11. Por favor, estou precisando de receitas para blusinhas de trico feito á mão pra meninos, não tenho muita prática para fazer sozinha e sem receita, mais com receita, não sendo muito complicada, sei que dou conta. Será que você pode me ajudar? Obrigada

  12. Meninas (e meninos talvez?)

    Estou montando um projeto onde convidarei pessoas que curtem esse “novo tricô” (vou chamar assim). Esse tricô moderno, que rompeu a barreira do ‘tradicional’, ‘de vó’. Que entrou nas passarelas, na arte, no inusitado. Quem for me SP me escreva se estiver afim de saber mais: cmayumi.a@gmail.com

    Quem quiser visitar meu blog, aí vai: nitnit.wordpress.com

    Carla

  13. EU GOSTARIA QUE ME MANDASSEM A RECEITA DO PONTO PAVAO RETO E TBM DO PONTO SAMAMBAIA JA QUE ONDE MORO NAO TEM EM NENHUMA LOJA UM LIVRO PARA VENDER.
    ESTAREI ESPERANDO ANSIOSA.
    OBRIGADO.
    AGUARDO SEU EMAIL.
    ANA SALETE.

  14. Parabéns pelo seu talento.
    Estou me recuperando de um quarto infarto (acredita?) e quero aproveitar meu periodo de repouso fazendo algo de util pra minha netinha adorada.
    Você tem receita de casaquinho com capuz,sapatilhas,coisinhas fáceis,pois não sou muito habilidosa,mas gostaria muito de enfeitar minha bonequinha que tem 9 meses e tamanho de dois anos.
    Forte abraço e obrigada!

  15. ola,gostaria de saber que linha usar e qual pontos fazer de preferencia como mweia e trico para agulha de numero 20- 16
    obrigada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s