Vamos Comprar Menos?

É legal correr atrás de produtos baratinhos, ficar feliz em comprar uma roupinha nova ou descobrir aquela liqüidação ou ponta de estoque. Mas, muitas vezes, deixamos de descobrir como é legal não comprar.

Isso mesmo! Todos os dias, somos bombardeados por propaganda de tudo quanto é coisa, de roupas, a maquiagem, cremes, eletrodomésticos. A maioria desses produtos que a gente viu sem querer a gente nunca ia precisar e talvez nunca iríamos querer comprar se não soubéssemos que não existia. A publicidade cria em nós uma necessidade. Ela não existia antes e, provavelmente, não existiria se houvesse uma pílula de esquecimento imediato.

Porque nos deixamos ser convencidas que seremos mais bonitas, mais “antenadas”, mais desejadas, se possuirmos isso ou aquilo? Há alguns anos estavam na moda uns óculos de sol que eram praticamente transparentes, lembra? Onde já se viu isso? Óculos de sol que não protegem do sol? É o cúmulo do supérfluo.

Sim, precisamos nos vestir. Sim, é bom usar adornos, brilhos e cores. Maquiagem também pode ser tratamento de pele e faz uma baita diferença na nossa aparência e na nossa auto-estima. Mas se todo mundo está usando sombra verde, porque está na moda, e você detesta verde, porque usar? Não dá pra usar uma coisa só porque está na moda. Agora, se você viu algo que combina com você e, pra ajudar, também está na moda, aproveite.

Não acho desperdício comprar um agrado. Só acho desperdício comprar tanta maquiagem a ponto de os produtos estragarem porque não se tem tempo de usar tudo; entupir o guarda-roupa de peças que não têm muito a ver com você e só foram usadas duas ou três (ou nenhuma) vezes.

Qual foi a última vez que você olhou para o seu guarda-roupa? Quando foi a última vez que você separou o que você usava, o que precisava de ajustes de costura para voltar a ser usado e o que podia sair? Quando foi a última vez que você pensou qual era o seu estilo, que imagem você queria passar para o mundo, quem era você e como suas roupas traduziam isso?

Digo isso porque, com a ajuda prestimosa e indispensável de minha mãe, arrumei meu guarda-roupa. Primeiro, tirei tudo o que estava velho demais, que não tinha mais a ver comigo (tinha peças que estavam comigo há mais de dez anos!) ou que não me serviam mais. Depois, fui selecionando o que ainda estava bonito e me cabia, mas não tinha mais a ver comigo. Inacreditavelmente, foram duas malas grandes lotadas de roupas e, surpresa!, meu guarda-roupa continua cheio!

Olhando tudo arrumadinho, percebi que não preciso de tanto. Foi difícil, devo confessar, me despedir de algumas peças que guardava por puro apego afetivo: peças que me faziam lembrar de ocasiões agradáveis. Mas depois que elas saíram, senti-me mais leve. A boa lembrança que elas me traziam ainda está comigo e isso não ocupa espaço em meu pequeno apartamento de 55m2. Apego traz sofrimento e dá um trabalho danado!

Hoje mesmo, me deparei com um vestido (R$39,90), um cardigan (R$29,90) e uma blusinha (R$24,90) que olhei, gostei e pensei: “Hum… está baratinho”. Não levei. São quase cem reais que eu não preciso gastar, pois já tenho vários vestidinhos, posso tricotar um cardigan ainda mais bonito (tenho muitos novelos pedindo para serem tricotados) e uma blusinha que vai disputar espaço com outras tantas que eu usei pouquíssimas vezes. Já pensou se eu guardar esse dinherinho ao invés de gastá-lo com roupas e acessórios toda vez que eu tiver essas vontades? Dá pra fazer uma viagem, comer num restaurante especial e até presentear alguém querido.

Melhor que entupir o guarda-roupa, é encher o coração de aconchego, a cara de sorrisos, e ainda se sentir mais leve!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s