O Amor Maior do Mundo

 

casamento-31b

 

Ontem, meus pais completaram 36 anos de casamento. Eu, com meus pouco mais de 5 anos de união, sei como é difícil, às vezes, manter a cabeça no lugar. Por mais que amemos quem está ao nosso lado, sempre haverá uma coisa ou outra que irá nos surpreender ou nos desapontar. Mas isso não pode ser um problema maior do que a vontade de amar.

O que aprendi com meu pai foi que devoção pode não ter limites. Ser apaixonado pelo que faz é a chave do sucesso profissional e acreditar em si mesmo é o maior dos elogios. Meu pai é professor por escolha afetiva. Desde que me conheço por gente ele vivia cercado de livros e papéis, que eu também aprendi a amar. Meu pai é um livro aberto de sabedoria e amor.

Com minha mãe, aprendi a cozinhar e a gostar de artesanato. Nas tardes de chuva ou de calor, minha mãe, eu e minhas irmãs passávamos longas horas costurando, tricotando, bordando ou tingindo panos de cores maravilhosas. Minha mãe também me ensinou a amar os animais e as plantas. Tudo era novo, o tempo passava rápido. Minha mãe é um novelo macio de lã.

Hoje, meus pais são minha grande inspiração e meu exemplo. Olhando para trás, vejo que fizeram tudo certo. Casada, eu quero manter em meu relacionamento o amor e o respeito que eles mantiveram no deles. Se um dia tiver um filho, quero ser para ele a mãe e o pai que tive para mim.

Sempre me lembro de Drummond que, como a maioria dos poetas, falou tão bem do amor: “Existem muitas razões para não amar uma pessoa e apenas uma para amá-la”. Que essa razão esteja sempre à frente das dificuldades.

 

Anúncios

17 thoughts on “O Amor Maior do Mundo”

  1. Você é parecida com seu pai e tem a delicadeza de sua mãe.
    Achei lindo o texto, cheio de carinho, respeito e admiração=)
    Eles lêem seu blog?
    Beijos montes
    Lou
    Precisamos nos organizar para assistir o filme, né?

    1. ‘Brigada, Lou!
      Às vezes, lêem sim. Mas não é por falta de interesse… eles têm tanto a fazer! A vida é uma correria!
      Beijinhos mil!

      Temos, sim!

  2. Linda foto, lindo post. E eu que hoje pensei muuuito sobre esse assunto: o casamento. O que mais conta – companheirismo, paixão, caminhar juntos, escolher 1 coisa só, procurar tudo em uma pessoa só????? Quem souber, por favor, me diga!!!!

    1. Fa, acho que tudo conta, mas tenho quase a certeza que uma pessoa nunca terá “tudo”. E depende… o que é tudo? Muitas vezes, temos que definir o que é prioridade. Aparência? Companheirismo? Química? no final das contas, o que é que procuramos: um amante fantástico (um dia, a casa cai…), um gato fenomenal que dá inveja a todas as outras (vc escolhe por vc ou pelas outras?) ou um companheiro que te ama apesar dos seus defeitos, ou melhor, te ama COM todos os seus defeitos e quer cuidar do seu bem estar e felicidade? Foi essa a pergunta que eu me fiz e te garanto que ela mudou minha percepção das coisas… Além disso, todo o resto pode vir junto.
      Beijinhos!

  3. Oi Renata! Que lindo o que escreveu sobre seus pais…emocionante. Fico muito, muito feliz por vc.
    Que lindinhos os dois nessa foto! Que linda a sua mãe!!!!! Que delicadinha.

    Adorei o post, vc como sempre arrasando no texto.

    Beijos, amiga!

    1. ‘brigada, Ana!!
      A foto é do dia do casamento e o vestido de noiva e o enfeite no cabelo foi minha própria mãe que fez, acredita?

      Beijos, com saudades!!

  4. Re, querida! Feliz ano novo!!! Você disse que chorou com meu texto, mas você é que me fez chorar com essa maravilhosa declaração de amor aos seus pais. Parabéns para eles, e que sigam com o amor, a cumplicidade, a generosidade, a delicadeza, a condescendência, enfim, com tudo de bom que os uniu um dia.
    Beijocas

  5. “Minha mãe é um novelo macio de lã”. Que delícia de frase!

    Meus pais são os maiores amores da minha vida. São o melhor de mim, fizeram o melhor por mim. Tudo o que eu sou e tudo o que eu faço de bom, faço por eles.

    Lindo seu depoimento. Lindo e emocionante.

    Mas, às vezes, as muitas razões para não amar alguém são mais fortes que a única razão de amar. É difícil viver tantos anos ao lado de alguém, é preciso muita paciência, muito dedicação, muita devoção. Espero um dia chegar lá…

    Grande b-jo.

  6. Querida, emocionante!!! É o que eu posso dizer desse texto. Como queria ser sábia como seus pais e passar pelo casamento de uma forma mais leve… beijos

  7. Querida Renata

    Demoramos um pouco para escrever estas linhas porque ficamos sem palavras com seu texto. Você, que sempre nos presenteou com seu sorriso e seu carinho, agora nos presenteia com essas palavras que nos deixam tão felizes, porque a nossa felicidade é saber que você está bem.
    Carinhosamente
    papai e mamãe

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s