Você está comprando o quê?

 

desfile-na-china1

 

Quando você compra uma roupa nova, está comprando o quê? Auto-estima pret-a-porter? Felicidade em 3 prestações? Alguns pontinhos num coração partido?

Conheço muitas pessoas que sabem que compram como mecanismos de compensação. “Ninguém me comprou um presente, então me dou um”, “Eu estou infeliz, vou me fazer feliz”, “Não cabe mais nada no meu guarda-roupa, mas eu adorei e vou levar”, “Não tenho onde usar, mas quero comprar”. Frases assim podem ser repetidas à exaustão mas isso não as transformará em verdades.

Comprar uma roupa, um sapato ou uma bolsa pode ser uma necessidade ou um gosto, mas cuidado se você perceber que está sendo uma muleta pra manter você andando apesar de alguns problemas que poderiam ser resolvidos ou contornados de outra maneira. Uma conta no vermelho ou endividar-se até o pescoço não me parece uma boa solução para nenhum tipo de aflição.

Na hora da compra, do pseudo-alívio imediato, PARE e pense. Pense no seu guarda-roupa, pense nas suas combinações, pense no que você tem e que é até parecido com isso que você quer comprar. Um guarda-roupa arrumadinho e organizado vai deixar esse mecanismo mais fácil. E pense: se você mora num lugar pequeno, provavelmente não tem um tipo de vida que exija trajes e mais trajes (comigo é assim e fico satisfeita com isso). Saber rearranjar o guarda-roupa e montar looks e combinações diferentes é uma arte que requer treino e organização. Mas vale MUITO a pena e te deixa mais esperta. 😉

Se nada disso te fez parar, pense de novo em como você está se sentindo e em como você se sentirá amanhã, depois de fazer as contas. Se mesmo assim, você ainda decidir entrar, experimentar (aqui também dá pra pensar muuito) e comprar, aí é com você. Não precisamos de rios de dinheiro para andarmos bem vestidas, precisamos de inteligência e sagacidade pra perceber que não é porque o vestido está R$39,90 que precisamos dele. Comprar uma coisa que está barata SÓ porque está barata não é ser esperta.

Da próxima vez que sair pra olhar e se interessar por algo, pense no que está comprando: uma peça bonita, que combina com o que você já tem, que está num preço justo e que você pode fazer bom uso, ou um quase remedinho anti-alguma coisa que está te incomodando? Isso vai fazer uma baita diferença.

Anúncios

7 comentários a “Você está comprando o quê?”

  1. Excelente post, Rê.
    Sabe que mesmo quando a gente usa as compras como um mecanismo de compensação, acaba se dando mal? Eu, por exemplo, sou assim. Se exagero na dose, se compro mais do que preciso, se gasto mais do que deveria, me sinto mal e a real é que não compensa nada, porque o peso na consciência não vale a pena. Eu acho que compro muito sim, que compro coisas que não preciso simplesmente pq gostei e quero tê-las, mas não faço loucuras, não entro no vermelho. É um exercício diário de auto-controle e ler seu post só fez reforçar. Vamos treinar! =)
    B-jinho.

  2. Já conversamos tanto sobre isso, né, querida? Eu penso exatamente assim, apesar de ainda ter recaídas. Mas por ex., evito ir ao Top Fashion Bazar. Sei q podem ter coisas lindas lá, mas a grana tá curta, meu armário tá cheio, tenho contas pra pagar…comprar mais roupas lindas não vai me ajudar em nada. Só comprei sapatos recentemente pq os meus de inverno estão todos velhos e desgastados.

    Infelizmente nem tudo pode ser como a gente quer, então repensar os gastos e reavaliar as possibilidades do seu guarda-roupa são as soluções!
    No budismo a prática do desapego e a noção da efemeridade das coisas ajudam pra caramba na hora do consumismo desenfreado. Pena q ainda estou longe de ser um exemplo…

    beijos, querida!

  3. Não nego: comprar me faz bem.
    Mesmo que sejam broches de R$1,00.
    Eu fico feliz. Adoro admirar coisas bonitas e imaginar possibilidades para elas. Não costumo fazer loucuras, mas tb
    mtas vezes prefiro não sair pra não cair em tentação.
    Sobre tentação, a internet é um problema.
    Tb acho que é preciso saber reconhecer que volta e meia, a gnt encontra uns tesouros que precisam ser nossos. Eu que amo vestidos, graças a Deus, tenho uma costureira maravilhosa, que cobra um preço justo e viável pro meu bolso.
    E concordo, remédio pra auto-estimo não está em vitrine alguma.
    Bjos

  4. Caramba, que ducha fria, Renata. Pensar que há menos de 3 horas atrás, eu quase tive um orgasmo ( Hahaha ) comprando um vestidinho tão azulão ( China Blue ) quanto o da mocinha aí de cima. Imagina a felicidade que vai ficar o meu sapato amarelo. Se eu comentar com as tripas, hoje, acho que não vai dar certo. Teria muita coisa para dizer, mas às vezes é melhor se manter CALADA. Hahaha. Estou aqui me coçando. Bisous, Daniela E vou logo avisando … estou ansiosa esperando encontrar uma bolsa azul ou amarela. Porque eu ADORO. Mas para não ficar endividada, tenho que esperar A oportunidade certa, na hora certa. Bisous bis, ;oD

  5. renata!! (é a ângela do post sobre os sapatos, hehe. Bea é apelido. =))

    ainda nao me decidi prelo sapato, acredita? adorei suas dicas, e realmente, o prateado combina com tudo! Mas eu queria algo que fosse mais a minha cara e que eu pudesse usar dps (tá, eu sei que brilho, hoje em dia, nao tem mais hora pra usar, ok. mas eu ainda tenho preconceitos.. hehe). Entãããão, achei um sapatinho, lindo, alto,com bico arredondado, bem bonequinha. e ele é supercolorido de fitas de cetim! e eu adorei. acho que vai dar supercerto com o vestido, pq tem azul tbm no sapato. e sai da mesmice e quebra a sobriedade, já que é escuro o vestido. Adoro looks com ares divertidos! prometo que bato foto e mando pra vc ver! =)

    gentee, o post de hoje tbm é superinteressante! falou bem hein?. tem gente mesmo que compra só por comprar. Eu particularmente sempre olho muita coisa e tenho vontade imediata, de comprar tudo! mas sempre penso muuuito antes de efetuar a compra e se for uma coisa que eu realmente nao precise no momento, acabo me convencendo disso e fica tudo ok. ficar no vermelho pra suprir uma vontade repentina não dá, né?

    beiiiiijo ;*

    1. Meninas lindas, adorei o comentário de todas!

      Lily, sim, acredito ser mesmo um exercício diário… E sabe o que acontece a cada etapa vencida? A gente sai MELHOR e mais forte. Por isso, temos que continuar nos exercitando. Não é só pro nosso bolso, mas pra todo mundo, literalmente, né?

      Ana, as reflexões de Buda são mesmo inspirações. A gente tem que sempre lembrar que o desapego não é simplesmente abrir mão de coisas que nos fazem desejar e sofrer, mas preencher nossa mente com esse “vazio” saudável não-material. Se tirarmos uma coisa e não colocamos nada no lugar, também não é compensador. O vazio que colocamos no lugar é a paz. “Esqueça a argila. É o vazio que faz o vaso” (Confúcio). Difícil mesmo é lembrar disso diante de uma “oferta irrecusável”! Mas eu continuo insistindo…

      Rafaela, adorei sua frase: “remédio pra auto-estima não está em virtrine alguma”. E não mesmo. E nem se a gente se “mimar” a gente consegue o tão sonhado amor-próprio. Já viu uma criancinha mimada dar valor ao que tem? Então… adorei suas palavras!

      Dani, vai ficar lindo o vestido azul com a sandália amarela! O importante não é não comprar absolutamente nada mas saber ser feliz com o que se tem e saber quantos recursos vc usa ou desperdiça. Não quero dar pito em ninguém, apenas pensar junto. 😉

      Bea, você falou em vontade repentina e acho que isso acontece muito e é fonte de muitos arrependimentos. Por isso temos que pensar antes de nos atirarmos, né?

      Fá, vc disse uma coisa muito importante: se aceitar. Pura verdade! Muitas pessoas não consomem apenas roupas, mas corpos, rostos e cabelos da moda. É uma transformação completa! Temos que tomar cuidado pra não esquecermos quem somos, né? Ou mesmo tentar descobrir isso…

      Beijinhos mil!

  6. Rê, adorei o post. Eu acho que a maioria das nossas compras é isso mesmo: compensação. Que de nada adianta, se não tratarmos as causas de nossas frustações. Andar bem vestida, gastando pouco é fácil – como vc prova várias vezes aqui. Difícil é se aceitar…
    Ahhhh e brigada pelo e mail. AMEEEEEEEEEEEEI!!!!!
    BJUS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s