Yelena Bryksenkova 09

A capacidade de ficar sozinho é a capacidade de amar. Pode parecer paradoxal, mas não é. É uma verdade existencial: apenas aquelas pessoas que são capazes de ficar sozinhas são capazes de amar, de compartilhar, de penetrar o âmago de outra pessoa — sem possuir o outro, sem se tornar dependente do outro, sem reduzir o outro a um objeto, e sem se tornar viciado no outro.

The capacity to be alone is the capacity to love. It may look paradoxical to you, but it is not. It is an existential truth: only those people who are capable of being alone are capable of love, of sharing, of going into the deepest core of the other person—without possessing the other, without becoming dependent on the other, without reducing the other to a thing, and without becoming addicted to the other.

[Osho (Bhagwan Shree Rajneesh)]

arte: Yelena Bryksenkova – Dancing Alone

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s