Arquivo de etiquetas: Pushing Daisies

Pushing Daisies – Inspiração

Pushing Daisies

No episódio da semana passada, mais uma referência sutil a Amélie Poulan: na tv, passava o Tour de France, a mais famosa corrida de bibicletas da França, talvez do mundo. Só quero ver que pista vão esconder hoje. Aliás, lindo o cabelo preso de um lado só. Fica charmoso, romântico e moderno. Chega de ficar todo mundo com a mesma cara!

O visual da série está cada vez melhor e com referências mais complexas. Dá para assistir só para pescar as dicas que os produtores vão deixando, como um quebra-cabeças. Inspiração é o que não falta.

A última que eu descobri foi a de Magritte, pintor surrealista francês belga que tinha como marca registrada as nuvens fofas no céu azul e os chapéus redondos de abas curtas. Na pintura dele, nem sempre as nuvens eram expressão de pureza ou calmaria. Pelo contrário, muitas vezes invocavam perturbações de espírito. Mas a expressão de Magritte por vezes beira o cômico e singelo, sempre com muita inteligência. É um pintor que vale a pena dar uma olhada. Aliás, o fato de Magritte ser um pintor surrealista tem tudo a ver com a série: afinal, uma pessoa que tem o poder de reviver os mortos por 60 segundos, ressuscitando uma pessoa  que por ele se apaixona e é correspondida, tem um cachorro que é um zumbi e pode até tornar os morangos frescos novamente para colocá-los dentro de uma torta, só pode ser meio surrealista, no sentido mais genérico do termo.

 

Inspiração…

 

Magritte - Mundo AzulPushing Daisies

Eu quero assim

Estou assistindo a nova série do Canal Warner Pushing Daisies e tem alguma coisa no ar. Claro que dá pra ver a fonte de onde eles beberam e todo mundo já falou isso: Amélie Poulan. Mas isso não tira o mérito de ninguém, afinal eles estão conseguindo fazer uma das coisas mais fofas da tv ultimamente (o casal protagonista é muuuuito fofo). Desde Amélie, ser fofo virou um estilo. Aliás, quem viu o primeiro episódio e já era fã da francesinha pôde reconhecer a música de fundo quando Ned e Emerson vão visitar as tias de Chuck. O fato de as Darling Mermaids Darling serem fanáticas e especialistas em queijos também deixa um pezinho na França.

Aliás, por falar em cenas, antológica a do segundo episódio, quando Vivian “dança” com o cachorro. O ângulo da câmera, as cores, tudo foi muito feliz.

Agora, vamos falar do que mais interessa: estilo. Eu me identifico com o estilo mas não quero sair na rua parecendo uma figura caricata. Então o que fazer?

Cores: muito vermelho com verde, pense em morango. Coisas doces, que derretem na boca (lembre-se: ele é o “pie maker”). Para não virar uma torta de morango com cobertura de escarola, coloque um vestidinho verde, um cintinho de verniz vermelho e vá de sapatilha e carteira prateadas. Fica lindo e original.