Arquivo da categoria: Customização

Burda – Customizando…

A edição francesa da Burda sempre dedica 4 páginas à projetos de customização. Nunca me deparei com um projeto difícil… É tudo fácil e rápido de fazer. E o que é melhor: fruto de muito olho atento no que está acontecendo e, sempre, bom gosto. Dá uma olhada.

Sabe o jeans manchado, delavê, que o Balmain desfilou e todo mundo amou? Pegue uma calça escura, enrole não muito apertado, coloque no tanque ou num balde grande. Coloque uns 4 litros de água e 1 litro de água sanitária. Deixe de 5 a 8 horas e voilá! Sua calça Balmain está pronta!

Enfeite de correntes multi-uso! Dá pra usar na cintura, no colete, como colar, na blusa de babados (que ficou linda)… Você inventa. Seis correntinhas diferentes presas à uma argola. Mais fácil impossível…

Já essa ideia é pra transformar uma bolsa de tecido com uma decoração folk. Aplicação de tecido, enfeites e brochinhos…

Essa também é fácil e dá um super efeito. Parecida com os colarzões poderosos que aparecerem por aí. Aliás, o molde do meu saiu daí. Uma gola, com um furinho acabado com ilhós de cada lado, cheia de broches e enfeites. Corte a sua em feltro ou lã e junte todos os brochinhos que você tem em casa. Mas lembre-se que deve haver um mínimo de harmonia de cor.

Que tal tentar um desses projetos no final de semana?

Mais tricô na gringa

O tricô (e o crochê!) reinou poderoso em muitos outros desfiles em Milão e NY. Pra inspirar e colocar nossas mãozinhas pra trabalhar…

Fotos do UOL e do Petiscos.

As imagens acima são do desfile da Missoni, que usou muito degradê de cor e patchwork, além das coloridas flores de crochê.

Colete com cintinho e cardigan fazendo as vezes de vestido, no Salvatore Ferragamo.

D & G, a segunda marca do Dolce & Gabanna, apostou no jacquard de tricô e muito volume. Linda mistura de tricô com renda e transparência.

Já a marca própria dos italianos, apostou na sofisticação dos acessórios e no preto com dourado.

Marc Jacobs também apostou no volume e nos fios felpudos. A listinha fina lembra a tendência marinheiro.

Customização vapt-vupt com tachas

 

Se você ainda não cansou das tachinhas (eu ainda não cansei) e pretende fazer uma customização rápida, fácil e indolor, pense nessa ideia:

 

 

Receita

 

Uma camisa masculina vintage

Umas 100 tachinhas niqueladas

Um alicate (pra dobrar os ganchinhos na parte de trás das tachas – mais explicações aqui)

Umas duas horas do seu tempo e bastante capricho.

 

PRONTO!

 

Inspiração abaixo:

 

 

Faça a sua!

 

Camiseta + colar de tecido

Taí uma ótima ideia pra mudar a cara de uma simples regatinha branca: colarzão de tecido! Fácil de fazer, escolha uma das cores flúo da moda verão ou fique com o eternamente chique preto.

 

Esses dois são palas de renda bordada. Compre a pala pronta ou borde com miçangas, canutinhos e vidrilhos, prenda um pedaço de corrente em cada ponta e um fecho de bijuteria atrás e tá pronto! Tem muita pala de renda bonita aqui.

Botões encapados de tecido tb funcionam. O truque aqui é desenhar um colar com tecido e entretela e ir fixando os botões em cima. Você também pode usar botões de metal ou combinar todas as sobras de botão que você tem em casa! Reciclagem já!

Chatons combinam com glamour. De um único tamanho (grande) ou de vários formatos, borde-os sobre uma base de tecido.

Uma coisa assim meio cacique, praticamente uma gola de penas com acabamento em miçangas no decote. Pra quem quiser arrasar de verdade!

 Use com shortinhos jeans e sandália rasteira com pedras ou tipo gladiadora e tá pronta!

 Todas as fotos são do site Chic

Faça e Use: Cintinho de Corrente

 

 

Correntes! Além de terem aparecido aqui nos desfiles de verão, apareceram também lá no hemisfério norte nos desfiles de inverno. O brilho do dourado é atual e chique, conversa com as bolsinhas estilo chanel com alças de corrente e marca a cinturinha nos vestidos leves de verão. Fazer seu próprio cintinho de corrente é muito fácil!

Você vai precisar de fita de cetim ou gorgurão fininha, uma corrente grossa, linha e agulha. Marque na sua cintura quantos centímetros você vai usar pra dar uma volta (ou duas) e ainda um tanto de fita para fazer um laço. Corte esse pedaço e comece a passar pelos elos da corrente, por cima e por baixo.

 

 

Você vai ter que calcular quanto quer deixar logo no começo porque depois a fita não vai poder ser “arrastada” pela corrente, entende? Não dá pra puxar no final o que falta! Então, logo no primeiro elo da corrente, já deixe o comprimento certo sobrando e vá passando a fita até o outro lado. Corte um pedaço mais ou menos 30% maior do que você acha que vai precisar (ex.: se acha que 1 metro dá, corte 1 metro e 30 centímetros).

 

 

Passada toda a fita, arrume a corrente bem bonitinha, certificando-se que nenhum elo ficou torto ou virado. A fita também não pode ficar virada. Em cada ponta, dê vários pontinhos para a fita não escapar mais. Use uma agulha fina e linha da mesma cor da fita.

 

 

Pronto! Agora é só usar sua obra de arte! Pode ser cinto, colar, pode até virar pulsiera ou enfeite de cabeça.

 

 

O bonito da corrente é que ela conversa com tachinhas e tendência fluo (usar uma fita fluo com corrente dourada fica lindo), que são tendências marcantes do verão.

 

 

Belezinhas da Farm

 

Amarração de Lenço – Ideia de Leitora

Olha que legal! A Luciana, leitora do blog, viu meu post sobre amarrações de lenço e, muito fofa, madou um tutorial completíssimo com uma amarração inventada pela mãe dela. O mais legal é que ela me autorizou a divulgar todo o passo a passo aqui e ensinar todo mundo!

 

Luciana-2a

 

Uma salva de palmas para a Luciana!!

 

Mais amarrações aqui ou digitando “lenços” na busca aí do lado. Tem até vídeos!