Arquivo de etiquetas: ponto tricô

Peças fáceis e rápidas de tricotar – XALES

Xale nada mais é do que um grande cachecol. Um pouco mais largo e um pouco mais curto (ou não) pode ser feito com os mais diferentes pontos e tipos de fios. Não tem costura, não tem complicação! É uma ótima peça para quem está começando. Nenhuma das peças abaixo tem receita, eu fui fazendo todas de cabeça e resolvendo os problemas a medida que eles apareciam. Elas servem de inspiração pra você montar a sua: faça uma amostra, escolha um fio apropriado e boa sorte!

 XALE COM PONTOS DERRUBADOS

IMG_7738

Este cachecol/xale é bem diferente. Usei seis fios diferentes, tricotados juntos em ponto tricô com agulha 12. O trabalho fica duro e pesado mas pra deixar a peça molinha e gostosa, usei um truque: na penúltima carreira, deixei cair um ponto a cada 3. Arrematei a última carreira normalmente e fui desfiando os pontos derrubados até embaixo. Parecem franjas na horizontal (uma leitora me pediu pra dar a receita do truque… tá aqui!!). Nunca desfie o primeiro nem o último ponto. E sempre acabe com uma carreira tricotada e arrematada, senão a peça se desmancha.

IMG_7737IMG_7432

Os pontos já desfiados e os fios utilizados.

 Dá pra usar de várias formas:

IMG_7734IMG_7735IMG_7736

XALE LISTADO E TORCIDO

IMG_7739IMG_7740

Este é um retângulo, com listas em ton sur ton, feito com a lã Paratapet, que é uma lã para bordados e tapeçarias. Ela é mais grossa, torcida e é 100% lã. Sem o acrílico, fica um pouco pesada e também não tem o mesmo caimento de um fio com poliamida, por exemplo. Então, aproveitei o que ela tinha de melhor: ela esquenta muito e pode ser usada em peças mais estruturadas. Por ser mais pesada, escolhi um xale pequeno. Pra não ficar muito comum, o truque aparece na hora de vestir: um lado fica do direito o outro do avesso. Acho lindo as listas no avesso e assim dá pra mostrar. Prendi com um palito pra cabelo fininho, que entrou entre os pontos e não “machucou” a peça. Usei agulha 7.

XALE COMPRIDO E MULTI-USO

IMG_7741IMG_7743IMG_7744IMG_7745

O legal desse xale é o sentido do trabalho: ele não foi feito no sentido do comprimento, como se faz a maioria dos xales/cachecóis, mas no sentido da largura! Pra isso, foram 150 pontos na agulha 12 e muita dor nos braços, porque o trabalho ficou bem pesado. Essa lã é a Gaia, da Aslan, que já saiu de linha. O efeito é lindo, o dourado com esse rosa é maravilhoso, o caimento é fantástico, mas ela tem um grande defeito: é pesadíssima!! E também não rende nada: pra fazer essa peça gastei quase 5 novelos. Enfim, nem tudo é perfeito. Todo tricotado em cordão de tricô, apenas fiz uma barrinha de ponto meia pra aplicar alguma coisa, talvez uma renda dourada… Ainda não sei, tá bonito assim porque a lã já é bem trabalhada.

Inspirou-se?? Agora, invente o seu!

Peças fáceis e rápidas de tricotar – GOLAS

 LAÇO 

598_golas-trico_01

Material

• Pingouin flocos: 3 nov.m.gris (835)

• Ag. Para tricô Pingouin n° 5

Ponto empregado

• Barra 1/1: * 1 m.; 1 t.*.

Ponto tricô: tric. Todas as carr. em meia.

 Amostra – Um quadrado de 10 cm em p. tricô nas ag. n° 5 = 15 p. x 24 carr.

 Realização

Montar 40 p. nas ag. n° 5 e tric. em p. tricô. A 13 cm do começo, dividir os p. em 2 ag. do seguinte modo: * 1 p. na 1ª ag.; 1 p. na 2ª ag. * (ficam 17 p. intercalados em cada ag.); trabalhar separadamente os p. da ag. n° 1 em barra 1/1. A 20 cm do começo, deixar à espera. Fazer o mesmo trabalho com as p. da ag. n° 2 . Nesta altura, retomar todos os p. para uma ag. intercalando os p. uma vez de uma ag. outra vez de outra, e trabalhar em p. tricô. A 60 cm do começo, trabalhar com os p. divididos em 2 ag. como anteriormente. Estando todos os p. novamente em 1 ag. trabalhar em p. tricô. A 70 cm do começo, rem.

COM ABA

598_golas-trico_02

Material (tamanho único)

• Pingouin Treviso: 3 nov. ressaca (1620)

• Ag. para tricô Pingouin n° 8

 Ponto empregado

Barra 2/2: * 2 m.; 2 t. *.

Ponto tricô: tric. todas as carr. em meia.

Realização

Montar 60 p. nas ag. n° 8 e tric. em barra 2/2. A 23 cm do começo, tric. em p. tricô distribuindo 14 aum. na 1ª carr. Ir aum. em cada 2 carr.: 2 p. (20 v.). A 35 cm do começo, rem.

Modo de armar

Costurar a gola com p. invisíveis.

RULÊ

598_golas-trico_03

Material – (tamanho único)

• Pingouin Treviso: 2 nov. cherry (1356)

• Ag. para tricô Pingouin n° 8

 Ponto empregado

Barra 2/2: * 2 m.; 2 t. *.

 Realização

Montar 68 p. nas ag. n° 8 e tric. em barra 2/2. A 30 cm do começo, rem.

 Modo de armar

Costurar a gola com p. invisíveis

DEGAGÊ

598_golas-trico_04

Material – (tamanho único)

• Pingouin Cristal: 100 g vermelho (315)

• Ag. para tricô Pingouin n° 2 ½

 Ponto empregado

Barra 3/3 : * 3 m.; 3 t. *.

 Realização

Montar 276 p. nas ag. n° 2 ½ e tric. em barra 3/3. A 36 cm do começo, rem.

 Modo de armar

Costurar a a gola com p. invisíveis.

COMO USAR

As novas golas soltas, em geral, são feitas de tricô e foram criada à moda das echarpes. Por seu estilo despojado, ficam perfeitas por baixo de casacões ou jaquetas ou simplesmenete jogadas sobre camisetas ou tops básicos.

 Variando os modelos

Se quiser ficar com os mais simples, basta tricotar uma peça reta, em forma de cilindro. Quanto mais estreito for, mais rente ficará ao pescoço. Caso prefira uma gola de estilos soltinho, faça o cilindro mais largo e com fio mais maleável.

 Para ir além…

Algumas têm uma aba que desce pela parte superior do peito e das costas. Se quiser um look discreto, faça-as de uma cor neutra e jogue sobre tops do mesmo tom. Outras são como laços, feitas em forma de tiras que se entrelaçam.

 598_golas-trico_05

 Novos materiais

A ideia é a mesma, ou seja, fazer uma gola que se adapte a qualquer tipo de blusa. Estas são feitas de pelo de coelho, mas você pode fazer com pelinho falso, à venda em armarinhos, e entremear com fios de couro sintético ou veludo. Fazem um estilo mais chique e ficam bem tanto sobre camisa básica como sobre vestido a rigor.

 Caimento diferente

Ao contrário dos modelos de tricô, estes são em forma de V, o que alonga a silhueta. Estas golas ficam mais bonitas acompanhando as linhas de decote que tenham este formato.

 Ideias da Revista Manequim

Bolsinhas tricotadas

Dentre os meus projetos de tricô, recentemente incluí algumas bolsinhas. Achei muito legal porque dá pra tricotar rápido e da cor exata que a gente quer pra combinar com aquela roupa! Olha só:

 

Bolsinha vinho de linha

 

Para esta bolsinha, usei a Pingouin Bella. Muito fácil: cordões de tricô e uma trança no meio. As alças eu comprei prontas. Minha mãe me ajudou a colocar um forro e fechou a bolsa com uma carreira de pontos baixos de cada lado.

 

 

Carteira de fio de malha

 

Essa carteira de mão foi tricotada com fio de malha, aqueles usados para tricotar tapetes. Os pontos usados foram: cordão de tricô, arroz e barra 2/2. Porque foi feita com agulhas n.4 e o ponto bem apertado, o trabalho ficou firme e não precisou de forro. O toque especial ficou por conta do botão gigante.

 

 

Bolsa de lã verde

 

 

Achava que ia ficar estranho uma bolsa de lã, mas não é que ficou legal? A combinação de pontos eu fui inventando na hora e pegando algumas idéias de um livro de pontos japonês. Ficou leve e macia. O forro de chitão estampado com fundo verde e a alça transparente deixaram a bolsa brejeira e arrumadinha!

Idéias para Cachecol de Tricô… Com Pompons!

Aí estão minhas duas últimas criações: cachecóis de tricô bem facinhos, os dois feitos com ponto cordão de tricô. O diferente são os pompons, ao invés das tradicionais franjas. Olha aí:

 

 

São 8 carreiras em cordão de tricô. Na nona carreira enrole o fio quatro vezes na agulha depois de cada ponto. Na décima carreira, tricote só os pontos e solte as laçadas, arrumando para ficar retinho. Lindo e fácil! Usei só um novelo de 100g. Usei outro novelo para os pompons, grandes e fofos.

 

 

Para este, a lã era fina mas eu usei uma agulha mais grossa para dar um efeito fofo. Foi todo executado em cordões de tricô. Para os pompons, misturei um fio branco para dar mais destaque. Deu certo, né?

 

Vamos aproveitar o friozinho e gastar nossos cachecóis por aí!

 

Receita Fácil de Bolerinho de tricô

 

Para quem já está cansado de tricotar chachecóis, mas ainda não quer se aventurar pelas receitas mais complicadas, sugestão: que tal um bolerinho de tricô? Simples, é quase como tricotar um cachecol, só que depois você costura! Vamos lá!

 

Bolerinho de Tricô

Tamanho: 38

Material: 1 novelo da Linha Cléa (1000m) da Círculo; 1 par de agulhas para tricô 6mm.

Pontos empregados: ponto cordão de tricô – todas as carreiras em ponto tricô. Barra 1/1: 1m., 1t. (carr. acompanham os pontos). Ponto meia: direita em meia, avesso em tricô.

Modo de fazer: Faça a peça usando o fio duplo. Monte na agulha 49 pontos. Trabalhe em barra 1/1 até a 14ª carr.. A partir da 15ª carr., trabalhe em cordões de tricô. A 66 cm do começo, faça novamente o ponto barra 1/1 por 14 carr. Arremate. Com pontos invisíveis, costure as laterais, parte superior e inferior da faixa por 38 cm, deixando uma abertura de 28 cm para o encaixe dos braços.

Capuz: Monte 62 pontos na agulha e trabalhe em ponto meia. A 33 cm de comprimento, arremate todos os pontos. Dobre o capuz ao meio na largura e costure para fechar. Costure a base do capuz em volta do decote.

Para abotoar, faça uma alcinha de cordão torcido ou correntinha para passar no botão do outro lado. Se souber crochê, faça uma carreira de ponto caranguejo ou baixo em volta pra dar um acabamento mais firminho. Mas mesmo sem o crochê já fica lindo.

O bolero fica larguinho mesmo e, se você quiser, dá pra fazer com lã também Só escolha uma macia (a Macarena, da Aslan, fica bem parecida com a da foto) um pouco mais fina, que dê pra tricotar com agulhas 6mm.

 

Boas tricotadas!!