Arquivo de etiquetas: animais

O Querer

Queria tanto ver

As coisas nas quais não acredito mais

Queria poder saber

Que consigo, que sou capaz

Que nem tudo está perdido

Ainda que eu não veja mais

Que a palavra extinto ficou no passado

Que o modo de pensar mudou

Que as espadas viraram relhas de arado

Que o canto dos passarinhos ecoou

Queria acreditar na beleza humana

Queria acreditar na paz

Queria acreditar que esta vida

É mais do que levar ou deixar pra trás

Queria acreditar que o mundo é lindo

Queria acreditar que posso mais

Acreditar que viver não é optativo

E que matar não é permitido, jamais

Queria fazer a diferença

Queria poder erguer a voz

Queria resgatar a crença

Que, na verdade, só depende de nós

Queria poder sentir e fazer parte

De tudo que vive e que respira

Queria provar que a verdadeira arte

É apenas viver em harmonia.

Anúncios

PROCURA-SE ALGUM LUGAR DO PLANETA
onde a vida seja sempre uma festa
onde o homem não mate nem bicho nem homem
e deixe em paz
as árvores na floresta.

Procura-se algum lugar no planeta
onde a vida seja sempre uma dança
e mesmo as pessoas mais graves
tenham no rosto um olhar de criança.

Roseana Murray ~ Classificados Poéticos

Na foto: Karis, um filhote de leão com 11 semanas de vida, brinca com folhas secas num parque em Stirling, Reino Unido.

“The sweetest thing…”

 

“… that only was a cat”.

 

“A maior doçura do mundo era apenas um gato”. Esse poema reflete muito bem o que eu penso dessas criaturas independentes, inteligentes e, sobretudo, fofas. Gosto muito de cachorros também, mas gatos são especiais por viverem uma vida só deles, uma vida em segredo, que não compartilham conosco. Quem nunca conviveu com um gato talvez não saiba como pode ser especial aquele momento que ele/ela vem te receber quando você chega em casa, quase ‘como um cachorro’. Aquele ronronar aconchegante quando ele/ela se enrola quentinho no seu colo. A lição de tolerância e liberdade que o gato dá quando sinaliza que quer ficar sozinho, sem toques nem carinhos. Ter gatos é aprender a conviver e eles ensinam até mesmo a suportar o inesperado que vem de qualquer relacionamento. A surpresa de todo dia. O surpreendente de qualquer ser vivo, seja ele humano ou felino.

Então, por favor, tire 5 minutinhos do seu dia e conheça Maru, Pancake e Cooper, algumas das criaturas mais encantadoras desse mundo. E pode ter certeza: cada gato é um ser único, dotado de personalidade, desejos, rotinas e ‘manias’. Eles são lindos, mas o gato que mora no seu coração sempre será “a maior doçura do mundo”.

 

Maru

.

Pancake

.

Cooper

.

Cooper e Pancake, além das outras fofuras que moram com eles, tem um blog cheio de fotos e mais vídeos. Vá se derreter!

 

 

Inspiração para libertar

 

O que aconteceu semana passada no Sea World (uma das orcas matou a treinadora mais experiente do parque) me fez pensar nos animais presos nesse tipo de cativeiro. Porque não é só estar ali, sem ter o mar inteiro pra nadar, nem utilizar toda a força pra caçar seu alimento, nem procriar na hora certa. É fazer todos os dias, várias vezes ao dia, movimentos repetitivos ao som de uma música bate-estaca altíssima, ser privado de alimento pra ser recompensado na hora do truque e usar 10% (ou menos) da sua capacidade de força e agressividade.

O âncora do Jornal da Band falou uma frase depois de anunciar a notícia que eu quero reproduzir aqui: “Só falta sacrificarem a baleia! Ela já teve sua vida sacrificada por estar trancada naquele tanque”. Bati palmas. Certamente, me solidarizo com a dor da família dessa mulher de 40 anos cujo sonho de infância era treinar baleias. Mas, e a dor do animal? Será que não seria muito melhor investir o dinheiro para manter um show desse porte num programa mundial de proteção ao meio ambiente, para que esses animais pudessem nadar livres, em mares limpos?

Existem animais que adoram a companhia do homem, vivem adaptados à nossa realidade e às nossas casas. Outros, simplesmente, nunca se adaptarão. Serão sempre mais felizes em seus ambientes, longe dos nossos olhos e das nossas mãos. É assim, longe, que eles são lindos. É dessa forma que deveríamos apreciá-los.

Zoológicos que mantém espécies próximas à extinção em suas jaulas são, infelizmente, uma necessidade atualmente. Se não fosse pelo trabalho de reprodução assistida e preservação, muitas delas já teriam desaparecido pela caça predatória ou pela destruição de seu habitat. Mas meu sonho é que isso seja apenas uma medida paliativa e temporária, para que, no futuro, não haja mais necessidade de animais presos.

Se eu acreditar que o homem é dotado de inteligência e compaixão suficientes para cuidar desse planeta e dos que nele vivem, um dia também acreditarei que esse sonho seja realidade. E não precisarei viver num mundo sem pandas, tigres, araras-azuis…