Inspiração para os apaixonados…

 

 

Se tu viesses ver-me hoje à tardinha,
A essa hora dos mágicos cansaços,
Quando a noite de manso se avizinha,
E me prendesses toda nos teus braços…

Quando me lembra: esse sabor que tinha
A tua boca… o eco dos teus passos…
O teu riso de fonte… os teus abraços…
Os teus beijos… a tua mão na minha…

Se tu viesses quando, linda e louca,
Traça as linhas dulcíssimas dum beijo
E é de seda vermelha e canta e ri

E é como um cravo ao sol a minha boca…
Quando os olhos se me cerram de desejo…
E os meus braços se estendem para ti…

.

Florbela Espanca (1894-1930), poetisa portuguesa

 

Anúncios

7 thoughts on “Inspiração para os apaixonados…”

    1. Fáááá!!
      To morrendo de saudades de você e dos nossos cafés e milkshakes!!!!
      Te amo e quero te ver logo, viu?
      Beijinhos mil!

  1. Ah, esqueci de falar!
    Quanta emoção mesmo!! Sara Baras foi a bailarina que até hoje mais me emocionou em cena! Eu não sei como ela faz isso! Acho que é a energia mesmo… Fiquei arrepiada até a raiz dos cabelos e tive até que chorar!! Qual não foi minha surpresa ao olhar do lado no intervalo e ver que até homens barbados tinham chorado também! ehehe
    Ela é incrível!
    Beijinhos!

  2. Adoro, amo de paixão a dança flamenca e, principalmente, a entrega de Sara Baras em todas as suas performances. A poesia casou perfeitamente com ela, viu. O flamenco está no meu sangue (afinal, meio espanhol, meio lusitano). Beijocas, Rê.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s