Inspiração para os apaixonados…

 

 

Se tu viesses ver-me hoje à tardinha,
A essa hora dos mágicos cansaços,
Quando a noite de manso se avizinha,
E me prendesses toda nos teus braços…

Quando me lembra: esse sabor que tinha
A tua boca… o eco dos teus passos…
O teu riso de fonte… os teus abraços…
Os teus beijos… a tua mão na minha…

Se tu viesses quando, linda e louca,
Traça as linhas dulcíssimas dum beijo
E é de seda vermelha e canta e ri

E é como um cravo ao sol a minha boca…
Quando os olhos se me cerram de desejo…
E os meus braços se estendem para ti…

.

Florbela Espanca (1894-1930), poetisa portuguesa

 

7 opiniões sobre “Inspiração para os apaixonados…”

    1. Fáááá!!
      To morrendo de saudades de você e dos nossos cafés e milkshakes!!!!
      Te amo e quero te ver logo, viu?
      Beijinhos mil!

  1. Ah, esqueci de falar!
    Quanta emoção mesmo!! Sara Baras foi a bailarina que até hoje mais me emocionou em cena! Eu não sei como ela faz isso! Acho que é a energia mesmo… Fiquei arrepiada até a raiz dos cabelos e tive até que chorar!! Qual não foi minha surpresa ao olhar do lado no intervalo e ver que até homens barbados tinham chorado também! ehehe
    Ela é incrível!
    Beijinhos!

  2. Adoro, amo de paixão a dança flamenca e, principalmente, a entrega de Sara Baras em todas as suas performances. A poesia casou perfeitamente com ela, viu. O flamenco está no meu sangue (afinal, meio espanhol, meio lusitano). Beijocas, Rê.

Deixe uma Resposta para Fabiana Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s