Arquivo de etiquetas: camiseta

Minhas Mãos na Moda Moldes

capa_3099_22986g

A Moda Moldes deste mês oferece aos seus leitores uma proposta de customização para aproveitar a tendência dos paetês e que também serve de sugestão para uma virada de ano na praia ou num ambiente descontraído. Eu fui encarregada de transformar uma camiseta regata branca em uma regatinha especial!

.

90536547ml042_mercedes_benz.jpg_cmyk

A peça da coleção desfilada na Semana de Moda de NY de BCBG Max Azria foi a inspiração…

.

IMG_8138b

…para criar esta belezinha!

 

Como toda boa customizadora, assim que ela ficou pronta tive mais algumas ideias para usar os aviamentos. Você pode:

  • Passar as tiras de aviamentos do lado esquerdo do decote em direção à barra direta, como se fosse uma faixa de miss;
  • Cortar todos os aviamentos do mesmo tamanho;
  • Prender os aviamentos no decote e na barra;
  • Fazer a franja em volta de todo o decote;
  • Prender os aviamentos em volta do decote, como se fosse um colar…

Enfim, use a criatividade! O passo a passo (só minhas mãos aparecem!) tá todo na revista, assim como a lista de materiais. Compre a sua aqui!

.

IMG_8135 IMG_8136

Na primeira foto, Fernanda (fotógrafa) e Rebeca (redatora). Na outra foto, eu, blusinha e Rebeca.

.

IMG_8141 IMG_8142

Prensa antiga no hall de entrada lindo do prédio da Editora On Line.

 

Camiseta customizada com paetês

Na onda do paetê, camiseta customizada muito fácil de fazer!

IMG_8184

 Material

1 camiseta de algodão

1 metro de tecido paetizado ou bordado

linha e agulha

Como Fazer

 Coloque a camiseta sobre uma mesa e estique o tecido de paetê por cima. Prenda com alfinetes. Use a camiseta como molde e corte o tecido de paetês ao redor, com 1 cm de folga em toda a volta. Dobre essa folguinha para dentro, para dar acabamento, e prenda toda a volta com alfinetes. Com agulha e linha de costura da cor do tecido paetizado, costure com pontinhos de alinhavo (começa no avesso, sobe e desce, bem fácil!) ao redor. Faça pontos curtos e não aperte a linha, pra malha da camiseta não perder a elasticidade. Pronto! A decoração é feita só na parte da frente. Eu deixei um “babado” de paetê na frente, sem o forro da camiseta, mas o tecido também está costurado na barra. Se você não quiser, dobre essa folga para dentro e costure.

 IMG_8160

tecido paetizado

A camiseta que eu usei é da Hering, 100% algodão, corte tradicional. Eu queria uma mais comprida, pra usar com legging, por isso comprei a GG. O tecido de paetês que eu usei é o mais simples: os paetês são plastificados no tecido. Existe um tecido bordado com paetês, que é um tule e sai bem mais caro. Só pra ter uma ideia, na loja onde comprei esse tecido, pude ver as duas opções e os dois preços: tecido paetizado R$4,99 o metro; tule bordado com paetês R$55 o metro. Você pode investir ou apenas customizar uma modinha, a escolha é sua! 😀 O custo total da minha camiseta foi R$10,90 (camiseta) + R$4,99 (tecido) = R$15,89.

Maria Bonita Extra - Fashion Rio Verão 2010 - 04 Osklen - SPFW Verão 2009-10 - 11

Look da Maria Bonita Extra, no Fashion Rio Verão 2010 e da Osklen, no SPFW Verão 2010.

Tingimento 1, 2, 3!

Diversas técnicas de tingimento apareceram nos últimos desfiles nacionais, tanto de verão quanto de inverno. Então, se você quer aprender um pouco da técnica pra customizar algumas peças, pode arregaçar as mangas!

Pra parte mais teórica, o site das Tintas Guarany é ótimo: dá todas as dicas de que tinta usar, como fixar, pintar, tingir e fazer efeitos especiais de cor, além de sugestões de trabalhos.

Aqui, apresento algumas criações da minha mãe, que já está craque no tingimento doméstico!

 

IMG_5876 IMG_5877 IMG_5880 IMG_5882 IMG_5883 IMG_5885 IMG_5887 IMG_5890 IMG_5892 

 

Que tal aproveitar o final de semana e colocar mais cor naquela blusinha que já está precisando de um carinho? 😉

 

Camisetas Customizadas com Renda

Já que ontem falei de renda, escolha a sua e customize uma camiseta neste final de semana, que tal?

A seguir, algumas sugestões fáceis ou que requerem um pouco mais de prática, pra você se inspirar!

blusa-intencao-choco

Ideia linda e fácil de fazer da Antes de Paris. Recorte numa renda sintética o formato de uma camiseta regata (pode até usar uma como molde). Depois, costure com pontinhos pelo contorno em cima de outra camiseta, de preferência 100% algodão ou que tenha a mesma elasticidade da renda de cima. E pronto! Se quiser sofisticar, borde umas miçangas, vidrilhos ou paetês por cima da renda já costurada.

 .

blusa-vertigem-preta

Outra ideia da Antes de Paris: uma golinha de renda, sobreposta ao decote. Pode ser uma popeline coberta de renda sintética preta, pra ficar firminha. Ou pode ser um recorte na própria camiseta, imitando gola (aí já é mais difícil…)

.

 Bata Rendada

 Ideia linda (que eu não me lembro onde peguei!! Se alguém reconhecer, grita!!), de renda guipure. Sobreponha a renda no decote da regata. A renda guipure é cheia de bicos e, se você recortar com jeitinho, não precisa arrematar, fica lindo! Costure com pontinhos bem discretos, da cor da renda. Fica lindo também colocar a renda branca sobre a blusa preta ou ao contrário.

.

Blusa - Nanette - close

 Essa blusa é de uma marca chamada Nanette e olha que ideia: fazer uma “blusinha” de renda por cima do top tomara-que-caia! A renda acaba no cinto, que também é costurado na peça. É uma ideia ótima pra aproveitar uma sobra de renda, inclusive daquela camisola que não serve mais! Acrescente acessórios mais pesados (reparou que o cinto é de veludo?) pra não ficar com muita cara de lingerie.

.

Blusa VSBlusinha Forever 21

Nessas duas blusinhas acima, a ideia é a mesma: pala de renda numa batinha. A da esquerda (Victoria’s Secret) parece renda guipure e a da direita (Forever 21) é um bordado sobre tule. Pra fazer essas, é preciso saber um pouquinho de costura. Mas nada extravagante! Num final de semana dá pra se divertir! 😉

Tem um artigo legalzinho sobre renda aqui, explicando as tendências e o que foi mostrado nos desfiles este ano, no Brasil e no Mundo. 

Bons trabalhos rendados! 😉

Impressões sobre a 5ª Semana de Moda e Cultura

As palestras da 5ª Semana de Moda e Cultura realizadas na Livraria Cultura do Conjunto Nacional na semana passada foram dirigidas principalmente para profissionais e estudantes de moda, além de áreas afins, como jornalismo, arte, fotografia.

Os palestrantes eram todos destaques do cenário da moda brasileira atual, entre eles Paulo Borges, idealizador e realizador da São Paulo Fashion Week.

Quero destacar a palestra de Fábia Bercsek, que falou de criatividade e customização. O que ficou foi: moda é cada vez mais identidade e é preciso descobrir-se antes de descobrir sua moda. Quem é você? Do que você gosta? Que imagem você quer passar? Sem isso, fica impossível ter estilo. Estilo é, antes de tudo, quem você é e de que forma você escolheu mostrar-se para o mundo. Para isso, é preciso conhecer-se.

Parece fácil? Não é, porque requer um exercício de olhar para dentro antes de olhar para fora. É preciso, às vezes, coragem, para assumir escolhas e definir sua visão de mundo. Mas vale a pena pois é um exercício além de moda, além de roupa. É um exercício de sabedoria. Isso me lembra a entrevista que eu vi com o cineasta David Lynch que disse que a meditação, prática que o acompanha há mais de 20 anos, abriu sua mente para dentro e para fora e que, depois disso, ficou muito mais fácil saber o que ele queria em todos os sentidos: profissionalmente, pessoalmente, emocionalmente… Quase ninguém nos diz isso mas a maioria das neuras que temos e dos problemas que enfrentamos não existiriam se soubéssemos fazer escolhas apropriadas e tomar os rumos certos para nós mesmos.

 

img_4054

 Fábia Bercsek

 

Depois da palestra, fomos para a customização de camisetas, e nem preciso dizer que foi uma delícia. A minha ficou assim, depois que eu voltei pra casa e acrescentei algumas coisinhas do meu repertório:

 

img_4068

 

Outro destaque foi a palestra/bate-papo com o estilista André Lima, a jornalista e editora da l’Officiel Brasil Silvana Holzmeister e o fotógrafo Bob Wolfenson sobre Moda, Jornalismo e Fotografia. Uma hora de uma conversa inteligente, multidisciplinar (falou-se até das eleições americanas e do estilo de Michelle Obama) e inspiradora, daquelas que a gente sai com milhares de idéias na cabeça. Não consigo e nem tenho a pretensão de resumir tudo aqui mas acho que consigo expressar a idéia principal em apenas uma frase: moda é referência e não cópia. Claro que existe o fast fashion, aquela idéia das Lojas Marisa ou C&A, mas o legal é usar essas informações para ser criativo, usar suas próprias referências para construir uma imagem (de novo, descobrir-se) e, principalmente, ser curioso. Assista filmes (mesmo os que você acha “esquisitos”), ouça músicas novas, vá ao teatro, ao balé, enfim, faça coisas diferentes do que costuma fazer. Esse quebra-cabeças de informações, sua visão de mundo e suas experiências vão ajudar na criação de um estilo próprio e de um olho treinado para o que é bom. Olhe tudo: desde o mendigo na rua até as nuvens no céu. Tudo é inspiração. Lembro que uma vez o Alexandre Herchcovitch disse que “adorava a combinações de estampas das velhinhas que ele via na rua”. Ele até fez um desfile com essa inspiração. Ou seja, ABRA OS OLHOS!

 

img_4084

 André Lima, Silvana Holzmeister e Bob Wolfenson

 

Posso dizer que valeu muito a pena e que saí das palestras com a cabeça a mil, cheia de idéias. Além disso, foi tudo de graça! Precisamos de mais eventos assim, que não selecionam a partir da conta bancária, mas do interesse genuíno em participar e querer adquirir conhecimento.

Os alunos de moda da FMU, do Senac e da Belas Artes tiveram seus trabalhos de conclusão de curso expostos na livraria também. Olha que bonito…

img_4082          img_4075          img_4073  

 

img_4076          img_4077          img_4078          img_4081