Arquivo da categoria: Livros

Inspiração para ‘vestir a memória de momentos mágicos’

 

“As roupas são composições que protegem e agasalham o corpo, mas que também podem (e devem) vestir a nossa memória de momentos mágicos. A roupa não é silenciosa. Ela dialoga. Mas apenas com quem entende sua linguagem. A roupa é como a música, o perfume ou uma obra de arte: imediatamente nos traz uma lembrança, uma sensação, uma emoção…”

Paula Acioli

no livro A menina que conversava com as roupas – Editora Memória Visual

Inspiração para olhar o mundo com olhos de criança

 

 

Relato para niños (y adultos) escrito y narrado por José Saramago. Un corto colmado de símbolos y enigmas, destinado a una infancia que crece en un mundo quebrado por el individualismo, la desesperanza y la falta de ideales. Cortometraje de animación intervalométrica combinada con dos dimensiones.

Dirección: / Juan Pablo Etcheverry
Guionista: / Juan Pablo Etcheverry
(adaptada de “A maior flor do mundo” de José Saramago)
Ilustración: / Diego Mallo
Produción: / Chelo Loureiro

(Vídeo extraído de elpais.com)

.

José Saramago

Azinhaga, Golegã, 16 de Novembro de 1922 — Tías, Lanzarote, 18 de Junho de 2010

 

Inspiração para escolhas difíceis

 

Ou se tem chuva e não se tem sol

ou se tem sol e não se tem chuva!

Ou se calça a luva e não se põe o anel,

ou se põe o anel e não se calça a luva!

Quem sobe nos ares não fica no chão,

quem fica no chão não fica nos ares.

É uma grande pena que não se possa

estar ao mesmo tempo nos dois lugares!

Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,

ou compro o doce e gasto o dinheiro.

Ou isso ou aquilo: ou isso ou aquilo…

e vivo escolhendo o dia inteiro!

Não sei se brinco, não sei se estudo,

se saio correndo ou fico tranqüilo.

Mas não consegui saber ainda

qual é melhor: se isso ou aquilo!

Cecília Meireles – Ou Isto ou Aquilo

Sobre a Alemanha Nazista e seus arredores

Recentemente, assisti 3 filmes que abordavam, direta ou indiretamente, o nazismo.

 

 

Não se deixe enganar pelo elenco estrelar de Operação Valkiria. O filme é fantástico. Trata da última das 13 tentativas feitas por alemães de assassinar Hitler. No papel principal, Tom Cruise está ótimo. Repare nas caracterizações perfeitas, tanto de figurino, quanto de cenário e locação, as mesmas da história real. O figurino, em particular, foi feito com tanto capricho nos detalhes (a lã usada nos uniformes veio da mesma fábrica da época de Hitler) que quando Tom Cruise se viu caracterizado pela primeira vez no espelho ele passou mal a ponto de vomitar. Não perca.

.

 

 

A Espiã não é um filme alemão, mas holandês. É interessante porque quase não se ouve falar da Holanda nesse período. A maioria das narrativas envolvendo nazismo e 2ª Guerra se passa na Alemanha, Polônia, Áustria… Enfim, a história é bem verossímil e as interpretações vicerais (Sebastian Koch, do ótimo A Vida dos Outros, faz parte do elenco). Bom pra conhecer um pouco mais a história do ponto de vista dos holandeses e ouvir um pouco essa língua diferente de quase tudo que você já ouviu. E preste atenção ao figurino… Lindoooo!!!

.

 

 

Baseado no best seller homônimo, O Garoto de Pijama Listrado é um dramalhão. Releve algumas interpretações forçadas, umas escorregadas na verossimilhança e concentre-se na fábula de amizade e tolerância, que tem como protagonistas dois meninos de 8 anos: um alemãozinho, filho de um comandante, e um judeu, filho de um relojoeiro. Segure-se e vá até o final. Ah, prepare os lenços. Mesmo…

.

 

Tá, esse já tem um tempinho, mas se você ainda não assistiu, assista já! Kate Winslet arrebatou o Oscar de Melhor Atriz por O Leitor, esse filme que ela leva nas costas brilhantemente. Também baseado em romance homônimo. Lindo, lindo, lindo… Não tem muito mais o que falar.

 

Bom “cinema”!

 

 

 

Inspiração para a Paz

 

“E terão de forjar de suas espadas relhas de arado e, de suas lanças, podadeiras.

Não levantará espada nação contra nação, nem aprenderão mais a guerra.”

.

Todos os livros sagrados são lindos. A Bíblia (de onde foi tirada a citação acima), os livros sagrados do hinduísmo (Vedas), o Tao Te Ching (Taoísmo) e o Alcorão são pura poesia. Pra ler e reler, sempre.